SA 8000 é um padrão de certificação internacional que incentiva as organizações a desenvolver, manter e aplicar práticas socialmente aceitáveis ​​no local de trabalho

Desenvolvida pelo Social Accountability International (SAI) – organização sem fins lucrativos, dedicado ao desenvolvimento, implementação, e supervisão das normas de responsabilidade social -, a certificação SA 8000 aborda questões como trabalho forçado e infantil, saúde e segurança ocupacional, liberdade de associação e negociação coletiva, discriminação, práticas disciplinares, jornada de trabalho, remuneração e sistemas de gestão. Ela pode ser aplicada em organizações de qualquer porte, desde pequenas até grandes empresas.

Além de definir os padrões do local de trabalho em todo o mundo, a SA 8000 também abrange acordos internacionais, incluindo convenções da Organização Internacional do Trabalho, a Declaração Universal dos Direitos Humanos e a Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança.

A adoção da certificação SA 8000 indica que uma organização deve considerar o impacto social de suas operações, além das condições sob as quais seus colaboradores, parceiros e fornecedores operam.

Benefícios do padrão de certificação SA 8000

– Comprova o compromisso da organização com a responsabilidade social e com o tratamento ético de seus funcionários e em conformidade com os padrões globais;

– Melhora a gestão e o desempenho da cadeia de abastecimento;

– Permite garantir a conformidade com os padrões globais e reduzir o risco de negligência, exposição pública e possível litígio;

– Suporta a visão corporativa e constrói e reforça a lealdade de seus colaboradores, clientes e partes interessadas; e

– Permite que a organização demonstre responsabilidade social adequada ao licitar contratos internacionais ou expandir localmente para acomodar novos negócios.

SA 8000 e a pandemia de Covid-19

As organizações certificadas com a SA 8000 enfrentam um grande desafio de manter os padrões de certificação durante a crise econômica sem precedentes causada pela pandemia do novo coronavírus que impõem barreiras a empresas de todo o mundo há um ano.

Pensando nesses obstáculos, o SAI permitiu algumas exceções temporárias aos requisitos normais da norma SA8000 durante o período de crise e recuperação. As exceções tratam especificamente dos requisitos de salários e horas de trabalho, que se mostraram como os mais desafiadores para as organizações. Segundo o relatório de junho de 2020, “as exceções devem ser usadas apenas por organizações que enfrentam circunstâncias extraordinárias”.

As exceções temporárias tem como objetivo proteger a estabilidade no emprego e a saúde e segurança para os trabalhadores. As “circunstâncias excepcionais” necessárias são específicas para cada exceção. O documento, que pode ser consultado clicando aqui, listou uma série de circunstâncias excepcionais que podem ser aplicadas durante a crise, sempre com o objetivo de manter a intenção da norma SA8000 de proteger os direitos dos trabalhadores.

Outro documento lançado em 2020 pelo SAI foi um guia gestão de riscos de trabalho e de desempenho social para organizações certificadas retomarem as operações de forma rápida e segura, avaliando e mitigando os riscos trabalhistas decorrentes da crise global de Covid-19. (O documento pode ser acessado clicando aqui)

Diante de tantos desafios parece impossível manter-se atualizado e dentro dos parâmetros aplicáveis da SA 8000, mas manter a boa imagem da organização mesmo durante a crise pode agregar um valor inestimável na retoma da economia.